Facebook deleta rede de contas falsas relacionada aos Bolsonaro

Cientistas criam luva que converte gestos da língua dos sinais em palavras
3 de julho de 2020
Google inaugura balões de internet no Quênia com velocidade de 18 Mpbs
9 de julho de 2020

O Facebook divulgou nesta quarta-feira (8) uma ação que removeu de uma rede de contas e páginas, tanto na rede social quanto no Instagram, ligadas ao Partido Social Liberal (PSL) e a gabinetes da família Bolsonaro.

Segundo a empresa, essas contas agiam sem declarar sua origem e identidade, mesmo assim foram encontradas ligações de pessoas associadas ao PSL e a alguns dos funcionários nos gabinetes do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos -RJ), do presidente Jair Bolsonaro, e também de Anderson Moraes e Alana Passos, ambos deputados estaduais pelo PSL no Rio de Janeiro.

Nas páginas falsas eram publicados conteúdo sobre notícias, eventos, eleições, memes, críticas aos opositores da família, e também sobre a pandemia de coronavírus. Alguns dos conteúdos foram removidos automaticamente pelo Facebook por terem violado a política interna da rede social, inclusive por discurso de ódio. O nome das contas não foi divulgado.

Confira a lista do que foi removido:

  • Foram deletadas 35 contas, 14 Páginas e 1 Grupo no Facebook, e 38 contas no Instagram
  • Aproximadamente 883 mil pessoas seguiam uma ou mais dessas páginas no Facebook. O grupo removido tinha cerca de 350 membros
  • Em torno de 917 mil seguiam contas do grupo no Instagram;
  • Foram gastos 1,5 mil dólares em anúncios por essas páginas, pagos em reais

Confira os produtos da Etiquetaria Paulista!

Acesse:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *